Bull Terrier Miniatura

APARÊNCIA GERAL: É um cão naturalmente forte e musculoso,  determinado e inteligente. Sempre bem balanceado e harmônico, apesar da musculatura. Suas principais características são a cabeça em formato de ovo e a cana nasal descendente.
 

Personalidade: Companheiro, ágil e forte.
 

Nível de energia: Moderadamente ativo. 
 

Bom com crianças: Sim.

 

Bom com outros cães: Com supervisão.

 

Grooming: Sazonal.

 

Expectativa de vida: 10-14 anos.

Nível de latido: Late quando necessário.

  • RESUMO HISTÓRICO 

Foi um certo James Hinks quem primeiro padronizou o tipo da raça nos idos de 1850, selecionando a cabeça em forma de ovo. A raça foi mostrada pela primeira vez, em sua forma atual, em Birmingham em 1862. O Bull Terrier Club foi formado em 1887. Uma coisa verdadeiramente interessante sobre a raça é que o padrão diz deliberadamente: “não há limites de peso nem de altura, mas o cão deve dar a impressão de máxima substância para seu tamanho, condizente com suas qualidades e o sexo. O cão deve ser, a todo o momento, equilibrado”. Menores exemplares do Bull Terrier eram conhecidos desde o princípio do século 19, mas perderam a popularidade antes da Primeira Guerra Mundial e foram removidos dos registros do Kennel Club da raça em 1918. Em 1938, uma recuperação da raça foi encabeçada pelo Coronel Richard Glyn e um grupo de amigos entusiastas que fundaram o “Miniature Bull Terrier Club”. O padrão é o mesmo do Bull Terrier, com exceção do limite de altura.
 

País de Origem: Grã-Bretanha.

COMPORTAMENTO E TEMPERAMENTO: Possui temperamento equilibrado e amigável, com muita disposição e energia. É um cão corajoso e fácil de ser disciplinado.

CABEÇA: De perfil, se cura moderadamente para baixo. De frente, possui a forma de ovo, com a superfície livre de cavidades. A cabeça é longa, forte e profunda.

  • REGIÃO CRANIANA 
     

Crânio: O topo é quase plano de orelha a orelha.
 

Stop: Bem definido.
 

  • REGIÃO FACIAL

 

Focinho: Descendente.
 

Trufa: Preta.

Maxilares e Dentes: Mordida em tesoura com maxilares fortes e mandíbula profunda.
 

Lábios: Bem ajustados.

 

Expressão: Inteligente e penetrante.

Olhos: De cor preta ou marrom. Formato triangular e estreito.
 

Orelhas: De tamanho pequeno, próxima uma a outra. Devem ser mantidas eretas quando direcionadas para cima, são finas.
 

PESCOÇO: Pescoço longo, arqueado e musculoso. 
 

  • TRONCO: Costelas arqueadas, grande profundidade da cernelha ao esterno. O tronco é bem
    arredondado.

     

Dorso: Forte, nivelado e curto. Arqueando ligeiramente sobre o lombo.

 

Lombo: Musculoso e largo.

CAUDA: Inserida baixa e portada na horizontal, tamanho curto, começa grossa e vai afinando gradualmente.

  • MEMBROS

 

ANTERIORES

Ombros: Com escápulas largas, fortes e musculosos, sem exagero.

Cotovelos: Retos e fortes.
 

Patas: Redondas e compactas.
 

POSTERIORES

Jarretes: Bem angulados.

Coxas: Bem desenvolvidas e musculosas.

Patas: Redondas e fortes.

  • MOVIMENTAÇÃO: Movimentação sólida, cobrindo o solo com passos livres.
     

  • PELAGEM

Pelo: De tamanho curto, denso e áspero. Tem um aspecto brilhante.

  • COR: Branco, preto, tigrado, vermelho, fulvo e tricolor. Nos brancos, devem ser puramente brancos. As cores azul e fígado são indesejáveis.

 

TAMANHO: O cão não deve exceder 35,5 cm de alturaNão existe limite de peso, mas o cão deve ser harmônico em relação a seu tamanho e sexo.

  • FALTAS 

Qualquer desvio em relação a este padrão deve ser considerado como falta e penalizado na exata proporção de sua gravidade e seus efeitos na saúde e bem estar do cão. 

FALTAS DESQUALIFICANTES

 

• Agressividade ou timidez excessiva.

• Todo cão que apresentar qualquer sinal de anomalia física ou de comportamento deve ser desqualificado.

• Cães atípicos.

Reconhecimento Internacional:

Entidade sem fins lucrativos

CNPJ 26.249.262/0001-88

  • Grey Facebook Icon
  • Veja

Patrocinadores:

centralotima.png