Foxhound Americano

RESUMO HISTÓRICO: é uma raça de cães originária dos Estados Unidos. Raça utilizada para a caça, sabe-se que seus ancestrais foram importados da Europa desde 1650, trazidos por Robert Brooke[. Todavia, apenas em 1770, é que a raça começou a ser estabelecida sob o nome de "hound" da Virgínia. Fisicamente, é considerado mais leve e rápido que um foxhound inglês, além de ter comumente uma dieta diferente de alguns outros canídeos.

 

País de Origem: Estados Unidos da América
 

  • REGIÃO CRANIANA 

Crânio: Largo e cheio
 

Stop: Moderadamente definido
 

  • REGIÃO FACIAL

Focinho: De bom comprimento, reto e de forma quadrada.
 

Olhos: Grandes, inseridos bem separados, ternos como de um hound; expressão gentil e suplicante. De cor marrom ou avelã.
 

Orelhas: Inseridas moderadamente baixas, longas, atingindo a ponta do nariz quando esticadas; de textura fina; bastante largas, com ausência de força erétil; bem ajustadas à cabeça, com as bordas anteriores ligeiramente viradas para as bochechas; pontas arredondadas.

PESCOÇO: Subindo livre e ligeiramente dos ombros; bastante substancioso, sem ser pesado; de comprimento médio. Seca na garganta e livre de barbelas. Entretanto, uma ligeira ruga abaixo do ângulo do maxilar, é permitida.
 

  • TRONCO

Dorso: Forte, musculoso e reto

Lombo: Largo e ligeiramente arqueado.

 

Peito: Deve ser profundo para dar lugar aos pulmões, porém estreito em relação à profundidade, quando comparado ao Foxhound Inglês, 71 cm de perímetro é considerado bom em um cão de 58 cm de altura.

Costelas: Bem arqueadas; as últimas costelas devem se estender bem para trás.

 

Flancos: Um flanco de 7,6 cm proporciona elasticidade.
 

CAUDA: Inserida moderadamente alta; portada alegremente, com uma ligeira curva, mas não sobre o dorso; com uma ligeira pelagem em pincel.
 

  • MEMBROS

 

ANTERIORES: Retos, com boa ossatura.
 

Ombros: Inclinados, bem definidos, musculosos, nem pesados, nem grosseiros, demonstrando liberdade de movimentos com atividade e força.

Metacarpos: Curtos e retos.

 

Patas: Semelhante as da raposa. Dedos bem arqueados, unhas fortes, almofadas cheias e duras.
 

POSTERIORES
 

Quadris e Coxas: Fortes e musculosos, demonstrando grande poder de propulsão
 

Joelhos: Fortes e bem descidos.

 

Patas: Fechadas e firmes.
 

  • PELAGEM

Pelo: Fechado; pelagem dura típica de Hound; de comprimento médio.
 

  • COR:
     

  1. Qualquer cor

 

TAMANHO: Machos 56 cm a 63,5 cm 
                      Fêmeas 53 cm a 61 cm 

 

  • FALTAS 

Qualquer desvio dos termos deste padrão deve ser considerado como falta e penalizado na exata proporção de sua gravidade e seus efeitos na saúde e bem estar do cão especialmente: 

 

• Crânio muito plano, topo estreito, excessivamente abobadado.

• Nariz romano ou arrebitado, dando uma expressão dish-face.

• Focinho longo e pontudo, caindo abruptamente abaixo dos olhos ou muito curto.

• Olhos pequenos, agudos como de um Terrier; ou proeminentes e protuberantes.

• Orelhas curtas, inseridas altas ou com uma tendência a elevarem-se acima da inserção. • Pescoço grosso, curto, pesado, portado no nível dos ombros. Garganta com barbelas ou dobras de pele. • Dorso muito longo, selado ou carpeado.

• Lombo plano, estreito.

• Peito excessivamente largo ou com pouca de profundidade.

• Costelas planas.

• Cauda longa. Curvada em forma de chaleira ou inclinada para a frente desde a raiz. Cauda de rato. Completa ausência de pelos em pincel.

• Anteriores tortos.

• Ombros retos.

• Cotovelos para fora.

• Carpo formando uma curva para a frente ou angulado para trás.

• Jarretes de vaca ou jarretes retos.

• Patas longas, abertas ou espalmadas.

• Falta de musculatura e de poder de propulsão.

• Pelagem curta, fina ou de qualidade macia.

FALTAS DESQUALIFICANTES

 

• Agressividade ou timidez excessiva.

• Todo cão que apresentar qualquer sinal de anomalia física ou de comportamento deve ser desqualificado.

  • NOTAS

 

• Os machos devem apresentar os dois testículos, de aparência normal, bem descidos e acomodados na bolsa escrotal.

• Somente os cães clinicamente e funcionalmente saudáveis e com conformação típica da raça deveriam ser usados para a reprodução.

Reconhecimento Internacional:

Entidade sem fins lucrativos

CNPJ 26.249.262/0001-88

  • Grey Facebook Icon
  • Veja

Patrocinadores:

centralotima.png