Lowchen

APARÊNCIA GERAL: Um cão pequeno, brilhante e animado que se originou como uma raça companheira na Europa pré-renascentista, onde as damas da corte prepararam-na à semelhança de um pequeno leão. 

 

Personalidade: Carinhoso, amigável e companheiro.

 

Nível de energia: Ativo e ágil, gostam de praticar exercícios.

 

Bom com crianças: Sim.

 

Bom com outros cães: Com supervisão.

 

Grooming: Semanalmente.

 

Expectativa de vida: 12-14 anos.

Nível de latido: Late quando necessário.

  • RESUMO HISTÓRICO 

 

Significado "pequeno leão" em alemão, o Lwchen é um cão pequeno, brilhante e animado. A raça foi apreciada pelas damas da corte de Borgonha. Foi especialmente no século XVII que a raça era frequentemente representada em obras de pintores. A raça é possivelmente da Alemanha, embora por muitos anos se acreditasse ter sua origem no Mediterrâneo, independentemente da origem, sabemos que o Löwchen tem sido uma raça distinta há mais de 400 anos.

País de Origem: França.

COMPORTAMENTO E TEMPERAMENTO: O Lowchen é alerta, inteligente e afetuoso com as principais qualidades de um cão companheiro e amoroso. Tem uma personalidade animada, extrovertida e curiosa.

 

CABEÇA:

  • REGIÃO CRANIANA 
     

Crânio: Amplo e relativamente plano de orelha a orelha.

 

Stop: Moderadamente definido.

  • REGIÃO FACIAL

 

Focinho: O comprimento do nariz à base do stop é dois terços do comprimento da base do stop ao occipital. O focinho está bem preenchido e relativamente largo com profundidade moderada.
 

Trufa: Completamente pigmentada.

Maxilares e Dentes: A mandíbula é larga o suficiente para acomodar todos os incisivos em uma linha reta. A mordida é uma tesoura e os dentes são bastante grandes e bem espaçados com dentição completa.

 

Lábios:  Os lábios são apertados, com a cor igual a do nariz.

 

Expressão: A expressão é brilhante, alerta e animada.

 

Olhos: Os olhos estão bem colocados no crânio, redondos em forma, grandes e bem separados. São de cor marrom escuro; cães mais claros podem ter olhos castanhos mais claros, mas olhos mais escuros são preferidos.


Orelhas: As orelhas são pendentes, de comprimento moderado, bem franjadas e ajustadas ligeiramente acima do nível do olho

PESCOÇOO pescoço é de bom comprimento com um arco leve, encaixando-se suavemente nos ombros e linha superior.

  • TRONCO
     

Linha Superior: A linha superior é do nível da garganta ao começo da cauda.

Dorso: Dorso forte, linha superior ligeiramente arqueada.

CAUDA: A cauda está alta e carregada e bem arqueada, tocando nas costas quando o cão está se movendo. A cauda caída enquanto está parado não deve ser penalidade.
 

  • MEMBROS

 

ANTERIORES

Braços: O braço é de igual comprimento para o ombro e os dois se encontram em um ângulo próximo de 90 graus. 
 

Cotovelos: São mantidos perto do corpo.

 

Patas: Com almofadas profundas, e os dois dedos centrais são ligeiramente adiantados dos dois dedos externos. Unhas relativamente pequenas.

POSTERIORES: A angulação na parte traseira deve ser entre leve a moderada, criando equilíbrio e marcha típica.

Jarretes: Bem desviados e perpendiculares ao solo de qualquer ângulo.

Pernas:  Bem musculosas e de aproximadamente igual comprimento com o osso médio.

Patas: Com almofadas profundas, e os dois dedos centrais são ligeiramente adiantados dos dois dedos externos. Unhas relativamente pequenas.

  • MOVIMENTAÇÃO: Movimento no trote é leve, com um bom alcance na frente e extensão completa na parte traseira. De frente, as pernas dianteiras se deslocam em linhas quase paralelas, convergindo ligeiramente à medida que a velocidade aumenta. Da parte de trás, as pernas se movem em linhas quase paralelas e na mesma linha de movimento que as pernas dianteiras, convergindo ligeiramente à medida que a velocidade aumenta. O corpo permanece quase quadrado e a linha superior é mantida firme e nivelada, com a cauda transportada curvada sobre as costas e a cabeça segura acima do nível das costas.
     

  • PELAGEM

Pelo: Consiste em pelos macios de diâmetros variáveis ​​com pelos densos mais notáveis ao redor do pescoço e cernelha. O pelo pode cair de cada lado, mas nunca deve ser dividido artificialmente. Tem uma aparência leve a moderadamente ondulada. 

  • COR: Todas as cores e combinações de cores são aceitáveis, sem qualquer preferência dada.
     

TAMANHO: 26 a 32 cm.

  • FALTAS 

Qualquer desvio em relação a este padrão deve ser considerado como falta e penalizado na exata proporção de sua gravidade e seus efeitos na saúde e bem estar do cão. 

FALTAS DESQUALIFICANTES

 

• Agressividade ou timidez excessiva.

• Todo cão que apresentar qualquer sinal de anomalia física ou de comportamento deve ser desqualificado.

• Despigmentação total ou parcial da trufa, lábios e pálpebras, ou outra cor que não a preta, ou marrom escura para os cães de pelagem marrom ou derivados.

• Trufa arrebitada.

• Ausência de um ou mais incisivos ou caninos.

• Prognatismo superior ou inferior.

• Olhos: Pequenos, de forma amendoada, salientes, muito claros ou porcelanizados. • Entrópio; ectrópio. • Orelhas: Insuficientemente longas ou sem franjas.

• Cauda enrolada em anel.

• Pelagem: Encaracolada, muito curta, falta de ondulações.

• Grave malformação anatômica.

  • NOTAS

 

• Os machos devem apresentar os dois testículos, de aparência normal, bem descidos e acomodados na bolsa escrotal.

• Somente os cães clinicamente e funcionalmente saudáveis e com conformação típica da raça deveriam ser usados para a reprodução.

Reconhecimento Internacional:

Entidade sem fins lucrativos

CNPJ 26.249.262/0001-88

  • Grey Facebook Icon
  • Veja

Patrocinadores:

centralotima.png