Pelado Mexicano

APARÊNCIA GERAL: O Pelado Mexicano (também conhecido como Xoloitzscuintili) é uma raça antiga e natural, moldada pela evolução e não pela criação seletiva. Um Xolo é moderado em todos os aspectos do tipo conformação, nunca extremo ou exagerado. Hoje a raça serve como guarda e companheira. Possui um contorno limpo e gracioso, combinando igualmente elegância e força. Ele também possui três tamanhos. Existem duas variedades, sem pelos e com pelos. Na variedade sem pelos, a característica principal é a ausência total ou quase total de cabelo. A variedade revestida é coberta por um pelo curto e plano. O temperamento típico do Xolo é calmo.
 

Personalidade: Leal, alerta, calma, treinável. Como qualquer bom cão de guarda, eles desconfiam de estranhos.

 

Nível de energia: Um pouco ativo, gostam de longas caminhadas.

Bom com crianças: Melhor com supervisão.

 

Bom com outros cães: Com supervisão.

 

Grooming: Ocasional.

 

Expectativa de vida: 13-18 anos.

Nível de latido: Late quando necessário.

  • RESUMO HISTÓRICO 

De origem muito antiga acreditava-se que sua missão era guiar a alma dos mortos até o seu destino eterno. A variedade sem pelo desta raça também é conhecida como cão pelado mexicano; a variedade com pelo era conhecida pelos indígenas como “itzcuintle”.

País de Origem: México.

COMPORTAMENTO E TEMPERAMENTO:  Calmo, tranquilo, distante e atento.
 

CABEÇA:

  • REGIÃO CRANIANA 
     

Crânio: Quando visto de cima, largo e forte, diminuindo gradualmente para o focinho. Cabeças excessivamente largas ou estreitas são uma falha. 

 

Stop: Não é pronunciado.

  • REGIÃO FACIAL

 

Focinho: O focinho é mais longo do que o crânio, reto quando visto em perfil. O maxilar inferior é forte e bem desenvolvido, livre de garganta. 
 

Trufa: A trufa é escura em cães de cor escura, pode ser mais clara em cães de cor clara.

Maxilares e Dentes: Mordida de tesoura. Na variedade sem pelos, a ausência de pré-molares é aceitável. O conjunto completo de incisivos é preferido, mas a falta dele não deve ser penalizado. Na variedade com pelos, é necessária dentição completa

 

Lábios:  Os lábios são finos e apertados.

 

Expressão: Pensativo e inteligente, vivaz, transmitindo o nobre e fiel caráter da raça, mostrará rugas na sobrancelha quando em atenção.

Olhos: Os olhos são em formato de amêndoa, de tamanho médio, nem afundados nem protuberantes. A cor varia de amarelo a preto, sendo a mais escura preferida, mas uma cor mais clara é aceitável. Ambos os olhos devem ser da mesma cor. 


Orelhas: Grande, elegante e expressiva, de fina textura e delicada. As orelhas são altas e fortemente eretas quando alerta. As orelhas não estarem em pé a partir de um ano de idade é uma falha. O corte é proibido

PESCOÇO: O pescoço é longo, elegante, ligeiramente arqueado, misturando-se suavemente aos ombros. Em cães com menos de um ano de idade, a pele enrugada pode estar presente. Em adultos, a pele do pescoço é suave, sem rugas.
 

  • TRONCO
     

Linha Superior: Nivelada com arco leve sobre o lombo.
 

Dorso: Bem desenvolvido.

CAUDA: Está configurada baixa, continuando suavemente do ângulo da garupa, longa e fina, chegando ao jarrete. Quando o cão está se movendo, a cauda é carregada em uma curva graciosa, mas não nas costas. É retido em uma posição descontraída quando o cão está em repouso. Uma cauda curta ou enrolada é uma falta grave.

  • MEMBROS

 

ANTERIORES

Braços: Iguais ou ligeiramente maiores que a escápula, inclinada para coloque as pernas dianteiras bem abaixo do corpo.
 

Cotovelos: Os cotovelos são firmes e apertados, permitindo o alcance, mas não tão soltos ao ponto de permitir o cotovelo para fora, nem tão apertado.

 

Patas: Almofadas suaves finas, pés esticados ou pés arredondados são uma falha grave. 

POSTERIORES

Jarretes: Jarrete perpendicular.

Pernas: As pernas são longas, diretas e paralelas, quando visto de todos os lados, ajustadas bem abaixo do corpo para permitir um longo passo.
 

Patas: Almofadas suaves finas, pés esticados ou pés arredondados são uma falha grave. 

  • MOVIMENTAÇÃO: O movimento é livre e sem esforço num trote rápido, com bom alcance e direção. As pernas convergem para uma linha central da gravidade à medida que a velocidade aumenta.
     

  • PELAGEM

Pelo: Possui duas variedades.

Variedade sem pelo: A característica principal da variedade sem pelo é a ausência do mesmo, no entanto, uma pequena quantidade de cabelo curto e grosso é permitido no topo da cabeça, nos pés e no último terço da cauda até a ponta. A ausência de cabelo nessas áreas não deve ser penalizada.

 

Variedade com pelo: Completamente coberta com um pelo curto, liso e fechado. Pode ser escasso no ventre e na parte interna dos membros posteriores.

 

O pelo longo, macio ou ondulado é uma falha grave em qualquer variedade.

  • COR:
     

Variedade sem pelo: Preferíveis as cores uniformes, sólidas e escuras. As cores variam do preto, preto acinzentado, cinza ardósia, cinza escuro, avermelhado, fígado, bronze ou amarelo; podem apresentar marcações de qualquer cor, incluindo manchas de cor branca ou tricolores.

 

Variedade com pelo: Pode apresentar qualquer cor ou combinações de cores.

 

TAMANHO: Possuem três variedades de tamanho.

Standard: Maiores de 46 cm a 60 cm.

Intermediário: de 36 cm a 45 cm.

Miniatura: de 25 cm a 35 cm.

  • FALTAS 

Qualquer desvio em relação a este padrão deve ser considerado como falta e penalizado na exata proporção de sua gravidade e seus efeitos na saúde e bem estar do cão. 

FALTAS DESQUALIFICANTES

 

• Agressividade ou timidez excessiva.

• Todo cão que apresentar qualquer sinal de anomalia física ou de comportamento deve ser desqualificado.

• Cães atípicos.

• Olhos azuis ou manchados de azul.

• Prognatismo superior ou inferior em qualquer variedade do Pelado Mexicano.

• Exemplares com má mordedura, que denotem um mau posicionamento dos maxilares. • língua pendente (fora da boca).

• Orelhas cortadas ou caídas nos cães da variedade sem pelo.

• Cauda cortada.

 

  • NOTAS

 

• Os machos devem apresentar os dois testículos, de aparência normal, bem descidos e acomodados na bolsa escrotal.

• Somente os cães clinicamente e funcionalmente saudáveis e com conformação típica da raça deveriam ser usados para a reprodução.

Reconhecimento Internacional:

Entidade sem fins lucrativos

CNPJ 26.249.262/0001-88

  • Grey Facebook Icon
  • Veja

Patrocinadores:

centralotima.png