Petit Basset Griffon Vendéen

  • RESUMO HISTÓRICO 


Durante muito tempo, o Petit Basset Griffon Vendéen teve o mesmo padrão que o Grand Basset, porém, o tamanho era diferente (de 34 a 38 cm). O resultado dessa utilização não foi muito brilhante, porque esses cães eram semi-tortos (ou curvados) e tão pesados quanto o Grande Basset. 
 

País de Origem: França.

APARÊNCIA GERAL: Pequeno, ativo e vigoroso, com um corpo ligeiramente longo. Cauda portada orgulhosamente. Pelo duro e longo, sem exagero. Cabeça expressiva; orelhas bem voltadas para dentro, guarnecidas com pelos longos e inseridas abaixo da linha dos olhos, mas não muito longas.
 

COMPORTAMENTO E TEMPERAMENTO: Apaixonado pela caça, corajoso, gosta de mato cerrado e arbustos emaranhados. Dócil, mas teimoso e apaixonado.
 

  • REGIÃO CRANIANA 
     

Crânio: Ligeiramente arredondado, nem muito alongado, nem muito largo; bem cinzelado debaixo dos olhos; a protuberância occipital é bastante desenvolvida.

 

Stop: Bem marcado.

  • REGIÃO FACIAL

Trufa: Proeminente, bem desenvolvida; narinas abertas; preta, exceto para os cães de pelagem branca e laranja, onde a trufa marrom é tolerada.

 

Focinho: Muito mais curto do que o dos Grandes Bassets, todavia muito ligeiramente alongado e reto. Focinho quadrado na sua extremidade.
 

Lábios: Cobertos por fartos bigodes.

 

Maxilares e Dentes: Mordedura em tesoura.
 

Olhos: Bastante grandes e de expressão inteligente, sem a conjuntiva visível (branco dos olhos). Os pelos acima das sobrancelhas, que caem para a frente, não devem cobrir os olhos. Os olhos devem ser de cor escura.


Orelhas: Flexíveis, estreitas e finas, cobertas de longos pelos, terminando em forma ligeiramente ovalada, voltadas para dentro e sem atingir completamente a extremidade do focinho. Bem inseridas abaixo da linha dos olhos.

PESCOÇO: Longo, robusto e bem musculoso; de inserção forte; sem barbela. Cabeça de porte altivo.
 

  • TRONCO
     

Dorso: Reto, linha superior bem nivelada.

Lombo: Musculoso.

 

Garupa: Musculosa e bastante larga.
 

Peito: Não muito largo. Bastante profundo, alcançando o nível dos cotovelos.

 

Costelas: Moderadamente arredondadas.
 

CAUDA: Inserida alta, bastante grossa na raiz, afilando-se gradativamente até a sua extremidade; de preferência curta, portada em forma de sabre.
 

  • MEMBROS

 

ANTERIORES: Ossatura bastante forte, porém proporcionada ao seu tamanho.
 

Ombros: Secos, oblíquos, bem ligados ao corpo

Antebraços: Bem desenvolvidos.

Carpos: Muito ligeiramente marcados
 

POSTERIORES
 

Coxas: Musculosas e levemente arredondadas
 

Jarretes: Bastante largos, ligeiramente angulados, jamais completamente retos.

Patas: Não muito fortes, almofadas duras, dedos bem fechados, unhas sólidas. Boa pigmentação das almofadas é desejada.
 

  • MOVIMENTAÇÃO: Muito fluente e fácil.
     

  • PELE: Bastante espessa, marmorizada nos exemplares tricolores. Ausência de barbelas.
     

  • PELAGEM

Pelo: Duro, mas não muito longo. Jamais sedoso, nem lanoso.
 

  • COR:
     

  1. Preto com manchas brancas (branco e preto). Preto com manchas castanhas (preto e castanho). Preto com manchas areia. Fulvo com manchas brancas (branco e laranja). Fulvo com manto preto e manchas brancas (tricolor). Fulvo carvoado. Areia carvoada com manchas brancas. Areia encarvoada. Nomes tradicionais: pelo de lebre, pelo de lobo, pelo de texugo ou pelo de javali.
     

TAMANHO: 34 a 38 cm, com tolerância de 1 cm a mais ou a menos.
                     

  • FALTAS 

Qualquer desvio dos termos deste padrão deve ser considerado como falta e penalizado na exata proporção de sua gravidade e seus efeitos na saúde e bem estar do cão. 

 

Cabeça

• Muito curta.

• Crânio plano.

• Despigmentação da trufa, lábios e pálpebras.

• Focinho curto. 

• Mordedura em torquês

• Olhos claros  

• Orelhas inseridas altas, longas, insuficientemente voltadas para dentro, com falta de pelos. 

 

Tronco

• Muito longo ou muito curto, falta de harmonia.

• Linha superior insuficientemente firme.

• Garupa pendente.

 

Cauda

• Cauda desviada. Membros

• Ossatura fraca.

• Falta de angulação.

• Patas frouxas.

 

Pelagem

• Insuficientemente densa; pelo fino.

 

Comportamento

• Tímido.

FALTAS DESQUALIFICANTES

 

• Agressividade ou timidez excessiva.

• Todo cão que apresentar qualquer sinal de anomalia física ou de comportamento deve ser desqualificado.

• Falta de tipicidade.

• Prognatismo superior ou inferior.

• Olhos de cores diferentes.

• Região do esterno estreita: costelas muito estreitas na parte inferior;

• Cauda enroscada.

• Membros tortos ou semi-tortos.

• Pelo lanoso.

• Cães inteiramente negros ou brancos.

• Despigmentação importante.

• Tamanho diferente do estipulado pelo padrão.

• Visível incapacidade; má-formação anatômica.

• Animal medroso ou agressivo.

  • NOTAS

 

• Os machos devem apresentar os dois testículos, de aparência normal, bem descidos e acomodados na bolsa escrotal.

• Somente os cães clinicamente e funcionalmente saudáveis e com conformação típica da raça deveriam ser usados para a reprodução.

Reconhecimento Internacional:

Entidade sem fins lucrativos

CNPJ 26.249.262/0001-88

  • Grey Facebook Icon
  • Veja

Patrocinadores:

centralotima.png