Spaniel Japonês

APARÊNCIA GERAL: Cão de pequeno porte com a face larga, coberta com pelos em abundância, com uma figura elegante e graciosa.

Personalidade: Gentil, elegante e gracioso.
 

Nível de energia: Ativo. 
 

Bom com crianças: Sim.

 

Bom com outros cães: Com supervisão.

 

Grooming: Semanal.

 

Expectativa de vida: 12-15 anos.

Nível de latido: Moderado.

  • RESUMO HISTÓRICO 

De acordo com documentos muito antigos, é sabido que os ancestrais do Chin foram presenteados pelos governantes da Coréia (durante a Dinastia Silla, entre os anos de 377 e 935), à corte Japonesa, em 732. Pelos próximos 100 anos, parece ter havido um grande número de Chins chegando ao Japão. Dados históricos também indicam que mensageiros que mandaram para a China (durante a dinastia Tung , entre 618 e 910 ), e à Coréia do Norte (durante a Dinastia Po H’ai, entre 698 e 926), trouxeram de volta cães especificamente desta raça. Durante o reinado de Shogunate Tsunayoshi Tokugawa (1680 a 1709), a raça foi criada como um cão de companhia dentro do Castelo de Edo. Em 1613, Capitão Searles, da Marinha Britânica, levou um Chin para a Inglaterra e, em 1853, o Comandante Perry levou vários para os Estados Unidos, dos quais dois foram presenteados à Rainha Victoria da Inglaterra. Desde 1868, o Chin foi utilizado como “cão de colo” das senhoras das classes mais altas, e atualmente é largamente utilizado como cão de companhia.

País de Origem: Japão.

COMPORTAMENTO E TEMPERAMENTO: Inteligente, gentil e amável.
 

CABEÇA

 

  • REGIÃO CRANIANA 

 

Crânio: Largo e redondo.

 

Stop: Profundo e recuado.

 

  • REGIÃO FACIAL

 

Trufa: Cana nasal muito curta e larga, a trufa em uma linha reta com os olhos; de cor preta ou cor de carne escura, de acordo com a coloração da pelagem. Narinas bem abertas. 

Maxilares e Dentes: Dentes brancos e fortes; mordedura em torquês é desejável, mas em tesoura ou prognatismo inferior são aceitáveis.

 

Olhos: Grandes, sem exageros, redondos, de implantação bem separada e negro brilhante na cor.

 

Orelhas: Longas, triangulares, penduradas e cobertas com pelos longos; implantação bastante separada.

 

PESCOÇO: Bastante curto e portado alto.

 

  • TRONCO

 

Dorso: Curto e reto.

 

Lombo: Largo e levemente arredondado.

 

Peito: Moderadamente largo e profundo, com costelas moderadamente inclinadas.

 

Linha inferior e ventre: Bem esgalgado.

 

CAUDA: Portada alta, sobre o dorso, e coberta com lindos e profusos pelos longos.

 

  • MEMBROS

 

ANTERIORES: Braços retos, com ossos delicados; a parte posterior dos braços, abaixo dos cotovelos é franjada.

 

Patas anteriores: Pequenas e em forma de lebre, preferencialmente franjada entre os dedos.

 

POSTERIORES: Pernas posteriores moderadamente anguladas, com a face posterior das coxas cobertas com franjas.

 

Patas posteriores: Pequenas e em forma de lebre, cobertas como tufos de pelos é desejável. 

 

  • MOVIMENTAÇÃO: Elegante, leve e orgulhosa.

 

  • PELAGEM

 

Pelo: Sedoso, reto e longo. Todo o corpo, exceto a cabeça, é coberto com pelos em abundância. As orelhas, pescoço, coxas e cauda são cobertos com franjas abundantes.

 

Cor: Branco com marcações pretas ou vermelhas. Marcas simetricamente distribuídas em volta dos olhos, sobre as orelhas, bem como em todo o corpo são desejáveis. Uma mancha branca brilhante do focinho até a coroa é especialmente desejável.

 

  • TAMANHO
     

Altura na cernelha: Machos: Aproximadamente 25 cm. Fêmeas: Ligeiramente menores que os machos.


 

  • FALTAS 

Qualquer desvio em relação a este padrão deve ser considerado como falta e penalizado na exata proporção de sua gravidade e seus efeitos na saúde e bem estar do cão. 

FALTAS DESQUALIFICANTES

 

• Agressividade ou timidez excessiva.

• Todo cão que apresentar qualquer sinal de anomalia física ou de comportamento deve ser desqualificado.

• Cães atípicos.

Reconhecimento Internacional:

Entidade sem fins lucrativos

CNPJ 26.249.262/0001-88

centralotima.png
  • Grey Facebook Icon
  • Veja

Patrocinadores: