RESPONSABILIDADE E BEM ESTAR ANIMAL

As práticas desenhadas para promover um bom nível de bem-estar animal frequentemente levam a melhorias na criação:

• Acompanhamento de um médico veterinário.

• Seguir os protocolos de vacinações.

• Boas técnicas de manejo e boas condições de higiene e limpeza para o desenvolvimento da criação.

• O fornecimento de dietas adequadas e de água potável contribui para manter a saúde dos animais.

• Fazer exames para preservação de doenças (como displasia coxo femoral, CEA, entre outros) para propiciar maior longevidade aos cães. Uma melhor atenção dos criadores para com seus animais melhora o potencial para o diagnóstico precoce de doenças, consequentemente aumentando a possibilidade de uma intervenção eficaz.

• O fornecimento de ambientes seguros e confortáveis. Proporcionar um espaço adequado para prevenir doenças e mortes relacionadas com a superlotação.

• Os animais não devem sofrer de fome prolongada.

• Os animais não devem sofrer de sede prolongada.

• Os animais devem estar confortáveis, especialmente em suas áreas de descanso.

• Os animais devem estar num ambiente com temperatura adequada.

• Os animais devem ter espaço para se moverem com liberdade.

• Os animais não devem sofrer de dores consequentes de manejo inadequado.

• Os animais devem poder manifestar comportamentos naturais, amistosos e sociais.

• Os animais devem poder manifestar outros comportamentos naturalmente desejáveis, como a exploração e brincadeiras.

• Boas interações entre homens e animais são benéficas ao bem-estar dos animais.

• Os animais não devem experimentar emoções negativas, tais como medo, estresse e frustração.

Reconhecimento Internacional:

Entidade sem fins lucrativos

CNPJ 26.249.262/0001-88

  • Grey Facebook Icon
  • Veja

Patrocinadores:

centralotima.png