Puli

 

  • RESUMO HISTÓRICO: 

O Puli é um Pastor Húngaro de origem asiática. Seus ancestrais, muito provavelmente, vieram à Bacia de Cárpatos, trazidos pelas antigas tribos nômades de Magyar, que viviam da criação de gado.

 

País de Origem: Hungria

 

APARÊNCIA GERAL: Cão de tamanho médio com constituição forte, quadrada e fina, porém sem ossatura muito leve. O corpo um pouco magro é bem musculoso em todas as partes. A construção das partes individuais do corpo são difíceis de serem julgadas, porque todo o corpo é coberto por uma pelagem fortemente desenvolvida, com tendência a formar caracóis e cordões. É recomendado tocar o cão quando este estiver sendo julgado. A pelagem da cabeça é tão abundante que ela parece redonda e os olhos ficam quase cobertos. A cauda fortemente coberta de pelos, enrolada sobre o dorso, dá aparência de uma ligeira elevação da linha superior na região da parte traseira.

PROPORÇÕES IMPORTANTES

• O comprimento do corpo é igual à altura na cernelha.

• A profundidade do peito é ligeiramente menor do que a metade da altura na cernelha.

• O comprimento do focinho é 1/3 do comprimento total da cabeça.

COMPORTAMENTO E TEMPERAMENTO: Temperamento ativo e com extraordinária capacidade para aprender. Ama crianças e é um excelente cão de guarda. Sua forma atual o adaptou para uso esportivo.

CABEÇA: vista de frente, redonda; vista de perfil, parece ser elíptica.

  • REGIÃO CRANIANA
     

Crânio: Estreito e fino. Arcadas superciliares fortemente desenvolvidas.

 

Stop: Apenas marcado.

  • REGIÃO FACIAL

Trufa: Relativamente pequena; preta.

Focinho: Não pontudo; cana nasal reta.

Lábios: Firmes, com pigmentação escura.

Maxilares e Dentes: Completa mordedura em tesoura de acordo com a fórmula dentária (42 dentes).

Olhos: De tamanho médio; marrom escuros; inseridos ligeiramente oblíquos e separados medianamente um do outro. A expressão é viva e inteligente. As bordas das pálpebras são bem aderentes ao globo ocular e bem pigmentadas.

Orelhas: Inseridas a uma altura média com base larga. As orelhas são pendentes, em forma de V, com pontas arredondadas.

PESCOÇO: Tamanho médio, firme, bem musculoso. Forma um ângulo de aproximadamente 45° com a horizontal e é coberto por uma pelagem densa.

  • TRONCO

Linhas Superior: Reta, dando uma leve impressão de elevada para a parte posterior devido ao porte da cauda

Cernelha: Somente ligeiramente projetada em relação à linha superior

Dorso: De comprimento médio, reto, seco e musculoso

Lombo: Muito fortemente musculoso e curto

Garupa: Curta, ligeiramente descendente.

Peito: Profundo, longo, com costelas bem arqueadas.

CAUDA: Inserção média e portada em uma curva achatada sobre a garupa. Bem coberta por uma pelagem densa. Quando esticada, deve atingir o jarrete.

  • MEMBROS

 

ANTERIORES

Ombros: Escápula oblíqua, firmemente apoiada na caixa torácica. Uma linha vertical a partir da cernelha toca a parte da frente do peito no seu ponto mais profundo. O ângulo entre a escápula e o antebraço é de 100° a 110º

Braços: Moderadamente longos e bem musculosos.

Antebraços: Longos, retos, com músculos secos.

Patas: Curtas, redondas, firmes, com dedos bem juntos. Unhas pretas ou cinza ardósia escuro. Almofadas de cor escura e elásticas. Patas paralelas, apontando para a frente e moderadamente afastadas uma da outra.

POSTERIORES: As pernas estão separadas a uma distância média e são paralelas. O ângulo entre a pélvis e a coxa é de mais ou menos 100° a 110°. Angulação do joelho é de 100° a 110º

Jarretes: Secos, de contornos bem definidos.

Patas: Não tão apertadas e compactas quanto as dianteiras; caso contrário são iguais.

MOVIMENTAÇÃO: Muito ativa e vigorosa. Passos curtos. A movimentação é tipicamente requebrada e saltitante. O cão tem tendência a girar em seu próprio eixo.
 

  • PELAGEM

 

PeloA pelagem dos filhotes é densa, ondulada ou crespa. Mais tarde, formam tufos de pelo, desenvolvendo borlas e cordas. A pelagem consiste em um pelo externo rústico, áspero e um subpelo mais fino. A relação entre esses dois tipos de pelo determina a característica da pelagem. Se a pelagem de cobertura é mais predominante do que a do subpelo, a estrutura da pelagem é atípica e os pelos ficam ligeiramente arrepiados. Se o subpelo é predominante, o que é indesejável, isso resulta em uma pelagem feltrada e de textura muito macia, difícil de ser penteada. A correta proporção entre os 2 tipos de pelagem, que é geneticamente fixado, produz as estéticas borlas ou cordões, que são fáceis de serem tratados. Os cordões no lombo, na garupa e na parte posterior da coxa são os mais longos (20 a 30 cm). Eles são mais curtos na cabeça e nos membros (10 a 12 cm). A pelagem na cabeça é ideal quando os pelos formam uma forte estrutura de cordões cobrindo a região facial. Pelagem penteada ou negligenciada, ambas são indesejáveis

  • COR:
     

  1. Preto.
     

  2. Preto com pequenas nuanças em ferrugem ou sombreados acinzentados.
     

  3. Fulvo com uma distinta máscara preta.
     

  4. Cinza em qualquer tonalidade.
     

  5. Uma mancha branca no peito, não excedendo 3 cm de diâmetro, é permitida. Branco entre os dedos não é considerado falta.
     

  6. Pelo branco pérola, sem qualquer sombra de amarelo avermelhado.

TAMANHO: Machos: 39 cm a 45 cm 

                      Fêmeas: 36 cm a 42 cm 

  • FALTAS 

 

Qualquer desvio dos termos deste padrão deve ser considerado como falta e penalizado na exata proporção de sua gravidade e seus efeitos na saúde e bem estar do cão e seus efeitos na saúde e bem estar do cão.

  • FALTAS DESQUALIFICANTES
     

• Agressividade ou timidez excessiva.

• Todo cão que apresentar qualquer sinal de anomalia física ou de comportamento deve ser desqualificado. 

• Cauda portada em foice ou horizontal.

• Pelos curtos ou macios, crescendo separadamente.

• Faltas em cores. São indesejáveis marcações e manchas.

• Tamanhos divergindo dos limites mencionados no padrão.

  • NOTAS

 

• Os machos devem apresentar os dois testículos, de aparência normal, bem descidos e acomodados na bolsa escrotal.

• Somente os cães clinicamente e funcionalmente saudáveis e com conformação típica da raça deveriam ser usados para a reprodução.

Reconhecimento Internacional:

Entidade sem fins lucrativos

CNPJ 26.249.262/0001-88

  • Grey Facebook Icon
  • Veja

Patrocinadores:

centralotima.png